Grupo de trabalho Saude

É do entendimento de todos que a Saúde é um bem imprescindível.

A nossa saúde depende directa e continuamente das nossas acções diárias. O que comemos, o exercício que fazemos, o bem estar que proporcionamos ao nosso dia – a – dia…tudo conta para a manutenção da saúde física e mental, num delicado equilíbrio que vamos gerindo consciente ou inconscientemente, voluntaria ou involuntariamente, desde a gestação.

A nossa civilização foi conseguindo ao longo dos séculos um desenvolvimento exponencial dos cuidados médicos. Incrivelmente grande parte da população mundial ainda morre às mãos da desnutrição e da diarreia. No mundo ocidental, com o aumento da esperança média de vida são as doenças cardiovasculares, as neoplasias e as doenças crónicas o maior desafio para a comunidade médica.

Relembramos o artigo 25º da Declaração Universal dos Direitos Humanos:

“Toda a pessoa tem direito a um nível de vida suficiente para lhe assegurar e à sua família a saúde e o bem-estar, principalmente quanto à alimentação, ao vestuário, ao alojamento, à assistência médica e ainda quanto aos serviços sociais necessários, e tem direito à segurança no desemprego, na doença, na invalidez, na viuvez, na velhice ou noutros casos de perda de meios de subsistência por circunstâncias independentes da sua vontade(…)”.

Consideramos que só quando houver justiça e equidade no acesso a cuidados de saúde de qualidade, a nível mundial, nos poderemos considerar verdadeiramente saudáveis.

Indigna-nos um mundo onde o desenvolvimento médico e científico só é acessível a alguns, principalmente relacionado com a capacidade económica e a localização geográfica. Se o Homem tem a capacidade e inteligência para lutar contra a doença, essas ferramentas devem estar acessíveis a Todos! A saúde não pode ser um negócio!

Vivemos actualmente numa fase de grande instabilidade social e económica, na qual o papão da “ crise” parece ser motivo para aumentar ainda mais as desigualdades entre as pessoas, até mesmo no sector da saúde.

Consideramos desde já, haver outros sectores mais prioritários onde poderá haver poupança e cortes em gastos desnecessários nos quais não há o risco de pôr em causa a saúde de todos.

O sector da saúde deveria ser o último no qual as medidas de austeridade deveriam ser implementadas.

Reafirmamos o que consta na Constituição Portuguesa, no seu artigo 64º:

A protecção da saúde é realizada através de “ um serviço nacional de saúde universal e geral e, tendo em conta as condições económicas e sociais dos cidadãos, tendencialmente gratuito”.

Neste artigo pode ler-se também que, sendo o estado a entidade à qual cabe prioritariamente assegurar a saúde, este deve garantir “ o acesso de todos os cidadãos, independentemente da sua condição económica, aos cuidados da medicina preventiva, curativa e de reabilitação”.

Por vermos estes pressupostos em risco, este grupo de trabalho tem como objectivos:

– produzir e reproduzir textos informativos sobre as informações que vão sendo divulgadas das medidas propostas pelo Governo através do Ministério da Saúde;

– realizar acções de sensibilização, junto dos utentes dos serviços de saúde e dos cidadãos em geral, acerca das alterações dos serviços de saúde;

– realizar medidas que visem a melhoria dos serviços públicos, a nível local e nacional;

-realizar acções de luta, sempre que se justifique;

Acreditamos num sistema de saúde estatal, acessível a todos, gratuito, focado na prevenção, no qual as medicinas alternativas, complementares das tradicionais, dêem verdadeiramente resposta às necessidades de todos.
Estamos abertos às propostas de todos!A nossa saúde está em risco!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s